Levanta-te e anda - Só mais um site Sites da ASA

Semana Missionária levará jovens a diferentes realidades sociais

Semana Missionária levará jovens a diferentes realidades sociaisJovens de todas as arquidioceses e dioceses do regional Sul 3 da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), que abrange o estado do Rio Grande do Sul, estarão envolvidos, de 20 a 26 de julho, com a Semana Missionária.

A proposta é que os jovens vivam experiências de reflexão missionária em diferentes contextos e em comunhão com outras pastorais. Por meio da atividade, eles poderão ter contato com a realidade vivida por portadores do HIV, com a população carcerária, moradores de rua e papeleiros.

Os participantes poderão realizar o trabalho missionário na Fonte Colombo, que acolhe portadores do HIV; na Vila dos Papeleiros, no distrito Ilha dos Marinheiros; no Centro de Promoção da Criança e do Adolescente São Francisco de Assis; na Obra Social Padre Pedro Leonardi, que atende crianças em situação de vulnerabilidade; ou ainda no acompanhamento da Pastoral Carcerária ou com famílias e moradores de rua.

Segundo a coordenadora do Serviço de Evangelização da Juventude do regional Sul 3, irmã Zenilde, “essa é uma oportunidade para os jovens fazerem a experiência de Pastoral de Conjunto, por meio das diferentes realidades vivenciadas pela Pastoral Carcerária, da Aids, e pelos trabalhos sociais”. A coordenadora acrescenta que “é uma oportunidade para que o missionário faça um encontro com a pessoa do catador, com a pessoa do presidiário, com a pessoa que está com o vírus HIV, liberando-se de todo o preconceito e fazendo a experiência do encontro”.

Ela reforça que é preciso enxergar a pessoa, independentemente da condição social. “É um encontro entre pessoas e nesse encontro deixamos que Deus se manifeste”, destacou.

Além disso, a partir dessa experiência, os jovens poderão redescobrir, dentro dos diferentes ministérios existentes na Igreja, os lugares onde podem servir. “O jovem precisa assumir seu espaço dentro dessa organização. Oxalá que a juventude de todo o Estado pudesse fazer uma experiência tão grande, que leve a atitudes concretas no seu dia-a-dia, com todas as pessoas, especialmente aquelas que estão em vulnerabilidade, pois Deus se manifesta no cuidado com aqueles que sofrem”, disse.

Fonte: CNBB com informações do regional Sul 3